Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

O celibato sacerdotal é um dom divino

O celibato sacerdotal é um dom divino. 

Por: Vinicius Martinez
Em questão de virtudes, um bom padre celibatário será sempre superior a um bom padre casado (orientais), uma vez que o celibatário sempre tende às coisas do alto. A santidade do matrimônio é totalmente diferente da santidade sacerdotal, um casal pode ser santo, mas a santidade própria do Matrimônio é diferente da santidade própria do Sacerdócio. 

O marido dá sua vida pela esposa e filhos, o sacerdote dá por Deus e pela Santa Igreja, ademais, o casal também pode dar a vida por Deus e pela Santa Igreja, mas de maneira diferente. É factual que existam padres casados no oriente que são virtuosos, mas jamais anulará o fato de que o sacerdócio é por excelência o de Cristo que é Sumo Sacerdote e foi celibatário. 

"O sexo depois da queda de Adão tornou-se eivado da libido, expressão usada por Santo Agostinho para designar o desejo desordenado pelo prazer venéreo. No paraíso os órgãos sexuais eram ativados pela mente e não pela libido. Por essas e outras os homens de Deus, os profetas, eram castos e celibatários mesmo na era do AT. É inconcebível que homens sacerdotais que oferecem o corpo e sangue de Cristo no altar da missa se imiscuam em práticas sexuais. O padre deve ser um anjo de pulcritude como foi Nosso Senhor Jesus Cristo. A mulher puxa o homem para as coisas da terra. Benditos aqueles que deixaram o amor das mulheres para servir a Deus na pureza da carne. Se um homem casado pode ser santo jamais poderá sê-lo como um homem santo virgem e celibatário. Esses já são "deuses" na terra pois já vivem como seres celestiais ainda que na carne. Por isto o celibato deve ser mantido entre os padres. O sacerdote católico é a lembrança constante de que a graça de Deus vence a carne e a transcende. É o sinal da vida do Espírito, da vida divina, do sobrenatural no mundo." Rafael Queiroz

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna!

Comentários

Postagens mais visitadas