Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

Não espere ajuda e reconhecimento de seus conterrâneos na vida intelectual



Não espere ajuda e reconhecimento de seus conterrâneos na vida intelectual.
 
Por: Vinicius Martinez 
"O estudioso é aquele que leva aos demais o que ele compreendeu: a Verdade." Santo Tomás de Aquino


A maioria dos intelectuais são vira-latas egoístas, estes senhores fingem não enxergar a qualidade de seus irmãos de vocação, querem ser o centro das atenções, ajudam os menores quando lhes convém. Ademais, ajudam apenas se veem que o ajudado é inferior intelectualmente, pois poderá manter o próprio brilho dando migalhas aos seus súditos fiéis.


Não importa se se trata de um homem velho ou jovem, em geral, todos intelectuais querem ser o monopólio da sabedoria e consequentemente, não vão divulgar ou ajudar ninguém que tenha potencial de superá-los.


Ademais, não espere patriotismo deles, pois em geral preferem dar reconhecimento aos estrangeiros, pois longe estão, com efeito, o brilho individual há de ser conservado na terra local. É mais fácil dar honrarias ao intelectual longe que não tirará o ganha pão que dar chance de outro de sua terra também florescer.


Por fim, se se ainda persistir o tolo desejo de ser respeitado por estes senhores, não te preocupes, talvez tu consigas quando estiverdes morto. Pois é mais fácil dar honras a um morto que um vivo, pois o morto não estará aqui para ver seu brilho ofuscar a do mestre intelectual vivo.


Que ninguém seja considerado sábio se antes não possuir amor pelo próximo, isso significa, ter a capacidade de ver as qualidades do mais próximo, pois os sábios compartilham as verdades contempladas e a sabedoria é participativa, não somos donos da Verdade, mas Deus o é, a Sabedoria é Deus e Deus é Comunhão.


"O sábio é aquele que após compreender, faz de tudo para que os outros compreendam a Verdade, melhor que ele mesmo." -


Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna!

Comentários

Postagens mais visitadas