Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

Erro no Catecismo Amarelo (CIC), sobre a afirmação de que o "deus" dos islâmicos é o mesmo Deus dos Católicos

Erro no Catecismo Amarelo (CIC), sobre a afirmação de que o "deus" dos islâmicos é o mesmo Deus dos Católicos. 

Por: Vinicius Martinez
Artigo 841: "Mas o plano de salvação abrange também aqueles que reconhecem o Criador. Entre eles, em primeiro lugar, os muçulmanos, que, professando manter a fé de Abraão, adoram conosco o Deus único, misericordioso, juiz dos homens no último dia".

Há quem possa fazer um grande malabarismo para justificar essa afirmativa perigosa. De fato, se se avaliarmos sob a perspectiva de que os islâmicos dizem adorar o Deus revelado para Abraão isso significa que por sua vez adoram ao mesmo Deus que o nosso, além de afirmarem que este Deus é Uno.

Todavia, se avaliarmos sob a ótica geral e considerarmos que a Revelação nos foi dada pelo Verbo Eterno, essa afirmativa torna-se falsa pelo fato de que só se conhece verdadeiramente o Pai pelo Filho, ora, o Filho é rejeitado pelos islâmicos que consideram Jesus apenas um “profeta”. Com efeito, a Trindade é negada, ora, nos foi revelado que Deus é Uno e Trino, logo somente os católicos adoram o verdadeiro Deus, não é possível que adoremos o mesmo Deus que eles, tendo em vista que cremos na Santíssima Trindade.

O Deus verdadeiro tem, duas propriedades essenciais, a saber, é uno e trino. Com efeito, se não crê na Trindade de Deus não se admite o Deus verdadeiro. Dizer que Deus seja uno, será admitir somente uma das duas propriedades de Deus; e isso não é admitir o Deus verdadeiro, porque a verdade não admite graus, já a falsidade, sim.

A visão maometana de Deus é muito imperfeita e totalmente oposta à do catolicismo, eles possuem uma concepção de que Deus é tão transcendente que não existe relação com suas coisas criadas: e é fato que os transcendentais são reflexos de Deus nas coisas criadas, todavia, não existe esse conceito no islão por não existir relações, logo tudo que possa querer expressar os atributos divinos ou que possa remeter ao que vem do divino é rejeitado, a analogia é totalmente rejeitada.

Eis também o fato de não haver imagens no islão, pois elas seriam uma “idolatria” pelo fato de que a inteligência humana não sendo capaz de expressar os atributos divinos que são "incomparáveis", toda e qualquer tentativa de fazer algo que expresse a divindade é criar um “falso deus”.

Para os maometanos, somos idolatras que adoramos três deuses falsos, pois somente Alá é verdadeiro e para eles somente as criaturas podem ter filhos, sucede que para eles, seria impossível que exista uma Trindade, de fato, o conceito de Deus dos islâmicos é imperfeito, é extremamente falho e esses erros os afastam de Deus, as verdades que existe no islão não são salvíficas, pois só há salvação na Igreja Católica.

Por fim, para os hereges maometanos é inconcebível a ideia do Deus que se fez Homem, por isso que os maometanos são considerados hereges, porque defendem inúmeras heresias e, portanto, conclui-se que pode se afirmar que eles adoram o verdadeiro Deus até certo ponto: no fato de que o conceito de um "deus único" é verdadeiro e também afirmativa de que "adoram o Deus de Abraão".

Todavia, o restante eles erram em tudo, e, portanto, não adoram o mesmo Deus que nós, porque ferem a Revelação e os princípios de contradição e identidade, com efeito, adoram um falso deus quando avaliado no geral: o mesmo ocorre com os judeus, adoram um falso Deus, conquanto que estejam numa categoria diferente da dos maometanos, porque rejeitam a Verdade que é Jesus Cristo e por sua vez a verdadeira Religião que é Católica Apostólica Romana.

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna! Força e Honra! Sempre Fiel!

Comentários

Postagens mais visitadas