Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

Deus em sua infinita bondade e sabedoria poupa as ovelhas ignorantes que tentam com sinceridade amá-lo indo às missas no rito de Paulo VI



Deus em sua infinita bondade e sabedoria poupa as ovelhas ignorantes que tentam com sinceridade amá-lo indo às missas no rito de Paulo VI. 
 
Por: Vinicius Martinez 
Todavia, Deus é também infinitamente justo e castigará todos aqueles que ao terem ciência dos males essenciais que constituem este rito e, todavia, ignoram e persistem nesse rito ofensivo a Majestade Divina, sendo algo completamente contrário ao que é a Missa de sempre, a missa instituída por Nosso Senhor Jesus Cristo.


Ademais, ele também é infinitamente piedoso e, portanto, é compreensível com aqueles que são incapazes de abandonarem e que persistem pela fraqueza, pois é misericordioso e compreende a dor dos corações dos famintos e que vivem num caos quase que irreversível. Mas aí daqueles que possuindo a ciência e a capacidade de abandonarem tamanho ultraje, não o fazem pela cegueira voluntária de crer que a missa nova é a mesma coisa que a antiga.


Se se há uma maneira de ser santo, é defendendo com todas as forças a verdadeira Missa que não se baseia em adaptações ecumênicas e gostos humanos, senão que apenas repete o que fora divinamente instituído. Por conseguinte, é factual que a missa no rito de Paulo VI é válida, no entanto, o mesmo podemos afirmar da “missa” dos cismáticos orientais, porém, como bem sabemos, seus ritos são ilícitos e pecaminosos.


Além do mais, de nada adianta ser uma pessoa moralmente correta, defendendo a família, evitando comportamentos ímpios, utilizar roupas modestas e ter a prática de virtudes morais boas, ora, de nada adiantará ter tais virtudes se elas não estiverem orientadas para a Sã Doutrina, pois até mesmo os gentios são capazes de ter virtudes, todavia não possuem a Fé que é necessária para a Salvação.


Do mesmo modo, não adianta estar apenas doutrinariamente correto e não ter virtudes morais, ambos não merecerão os Céus que é arrebatado pelos violentos, isso é, aqueles que vivem em espírito e letra, ou seja, que tem a Fé e a Moral Católica Apostólica Romana e que não é ensinada nas paróquias onde são celebradas essas missas do mundo moderno que torna o espírito oco como a “fé” que os move.


Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna! Força e Honra! Sempre Fiel!

Comentários

Postagens mais visitadas