Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

A crise na Igreja não é culpa do Concílio Vaticano II, não é do Liberalismo e do Modernismo tampouco pela falta do tomismo


A crise na Igreja não é culpa do Concílio Vaticano II, não é do Liberalismo e do Modernismo tampouco pela falta do tomismo.

Por: Vinicius Martinez
 
Essa crise se dá por causa do nosso egoísmo, da nossa falta de amor para com Deus e para com o próximo, a falta de compromisso com a Verdade, com a Humildade e descompromisso com o nosso imundo ego. 

Em outras palavras, é a falta de Caridade que nos levou a esse abismo, essa tentativa de reconstruir o catolicismo pelo resgate da Santa Tradição será completamente em vão sem a virtude da Caridade.
Se não aprendermos a termos um espírito caridoso que seja dócil e capaz de ajudar realmente o irmão de fé, Deus vai sempre nos castigar, ainda que tenhamos o ensino tradicional resgatado e missas tridentinas sendo celebradas em todas as paróquias do mundo.

De nada adianta termos a Santa Tradição se não termos antes o Amor, é isso que alguns não compreenderam. Mas o que importa para muitos é ter reconhecimento, dinheiro, fama e aparência de católico tradicional, mas basta que uma contrariedade ocorra, este logo despreza seu irmão de fé. 

O Medievo é um exemplo, pelo simples fato de que o catolicismo reinava e ainda assim este foi destruído pouco a pouco, e não era falta de teologia, filosofia, doutrina e clero, mas a ausência do amor dos católicos, uma vez que vemos a imensa quantidade de guerras entre reinos católicos que ao invés de se ajudarem contra inimigos declarados do catolicismo, colocavam o ego acima de tudo. 

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna!

Comentários

Postagens mais visitadas