Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

Um veneno chamado "Democracia Doméstica"

Um veneno chamado "Democracia Doméstica".

Por: Vinicius Martinez

O homem que permite a democracia em seu lar está fadado a perder a própria família para o caos que se instalará em decorrência de sua falta de autoridade, ao permitir que as escolhas sejam tomadas por sua esposa e filhos. A Ordem deve ser mantida pelo Homem, com efeito, é necessário que a Família esteja configurada de maneira monárquica — para que haja uma hierarquia saudável.

Uma das grandes desgraças de nossos tempos é a democracia doméstica que dizimou boa parte das famílias ocidentais por causa da fraqueza dos homens que já não agem como monarcas de seus lares. Boa parte dos homens em seus lares já não comandam nada — senão que recebem ordens de suas mulheres e filhos, atendendo todos os seus caprichos acreditando que ao agirem dessa forma estão sendo bons maridos e pais.

Quando na verdade agem como verdadeiros bananas que não possuem autoridade alguma diante de suas mulheres e filhos que seguindo a desregrada igualdade e liberdade democrática, acabam agindo de forma que traga desonra e vergonha ao nome da família.

Não é díficil encontrar mulheres falando mal de seus maridos publicamente, divulgando os problemas internos aos outros, questionando a autoridade do mesmo perante os outros, assim como filhos desrespeitando os pais em público, ora, tudo isso é deveras absurdo e desonroso ao Pai de Família que fica totalmente humilhado e enfraquecido.

Ora, situações desse tipo são inadmissíveis e sucede que quando isso ocorre já demonstra a total falta de respeito e consideração por parte da mulher e filhos que já não possuem devoção pelo rei deles, no entanto, ademais, é verdade que há homens que fazem por merecer, ao terem permitido que a situação tenha alcançado esse nível por terem permitido a democracia doméstica.

Há muitas mulheres que desejam um marido que não seja um verdadeiro homem senão que um servo que atenda tudo que ela exigir. Isso ocorre porque o feminismo está extremamente enraizado nas mulheres que desejam controlar tudo e a todos, não reconhecendo seus lugares respectivos numa relação que é de Auxiliadora do homem, com efeito, sendo submissa ao mesmo.

Muitos defendem a dita "família tradicional" (termo extremamente redundante), no entanto, defendem uma família cuja estrutura é essencialmente liberal. A defesa da família deve levar em consideração a real essência estrutural que é de ordem monárquica, onde o homem lidera e a mulher e os filhos obedecem — e respeitam com devoção.

O problema é que boa parte dos homens já não sabem o que devem ser ou tampouco as mulheres. Há uma grande crise de identidade que faz com que ambos os sexos não saibam os seus respectivos lugares na sociedade — e muito disso se dá pelo liberalismo que atingiu todas as esferas da vida humana.

Não permita a democracia em seu lar que cedo ou tarde você se tornará um verdadeiro escravo de sua mulher e filhos — e não cabe ao homem estar numa posição de submissão, o homem serve para ser servido, serve como um rei. Mas, tome cuidado, porque ser um rei não significa ser um tirano.

Por fim, torne o nome de sua família forte, traga dignidade ao teu nome formando uma família verdadeiramente católica aceitando o seu papel de cabeça da família e lidere-os para Cristo com coragem e firmeza!

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna! Força e Honra! Sempre Fiel!

Comentários

Postagens mais visitadas