Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

O Principado das Trevas na política e a melhor forma de governo

O Principado das Trevas na política e a melhor forma de governo.

 Por: Vinicius Martinez

“Dois amores erigiram duas cidades, Babilônia e Jerusalém: aquela é o amor de si até ao desprezo de Deus; esta, o amor de Deus até ao desprezo de si.” Santo Agostinho

Devemos sempre lutar para que o bem prevaleça em nossa sociedade, no entanto, devemos compreender a estrutura política que estamos inseridos, para que então possamos agir com maior eficácia contra os inimigos de Deus.

Procede que crença de que basta escolher um candidato e no dia da eleição ir às urnas pressionar os botões e com isso significa que estamos decidindo os rumos do Brasil que é um antro supremo de corrupção é realmente uma utopia, o sistema eleitoral que temos é uma farsa completa.

É necessário que tenhamos conhecimento de que a Maçonaria é quem decide quem vai entrar ou quem vai sair — e quem é conveniente ou inconveniente a entrar no poder. E o poder que essa maligna sociedade exerce cresceu em decorrência da fraqueza dos homens que diante do avanço do mal nada fizeram ou então fizeram de maneira insuficiente.

Ora, se aqueles que são bons deixam de combater ou tornam-se fracos, a consequência é que aqueles que estão mais fortes e nesse caso os maus —, vão triunfar porque não deixaram de agir, pelo contrário continuaram agindo sem cessar: aprimorando-se, fortalecendo-se para que então pudessem aplicar o xeque-mate.

Com efeito, os bons ficam sob o regime dos iníquos — pela ociosidade, a falta de movimento e força por conta daqueles que deveriam lutar pela Pátria Celeste é o triunfo daqueles que lutam pelo Principado das Trevas.

O que ocorre na política moderna pode ser descrito conforme o que o Doutor da Graça, a saber, Santo Agostinho descreve em seu livro: "A Cidade de Deus" onde fala sobre a luta da Cidade dos Homens contra a Cidade Celeste, ademais, também podemos compreender a ação dessas sociedades secretas pelas encíclicas papais que as condenam e que jogam anátemas naqueles que participam ou colaboram com elas.

A infiltração dos maçons não é recente em nosso país, suas operações de "pedreiros" remontam desde os tempos do Império — e eles conseguiram forjar uma república maçônica. Além disso, sendo eles a representação vísivel do Reino de Satanás na Terra, com efeito, são eles que representam o principado das trevas e conduzem a política humana do jeito que bem entendem — para o triunfo de Satanás.

Sucede que eles desejam inverter totalmente a ordem querida por Deus, é uma revolta metafísica, uma revolta contra a realidade, é a suma tentativa de estabelecer o culto ao Homem, a Religião do Homem — e quando se deseja estabelecer uma ordem tão nefasta, — temos o que é desejado pelo Príncipe do Mundo: a Cidade dos Homens que é movida pelo amor egoísta que leva ao desprezo de Deus.

Consequentemente para conseguirem essa desordem investem esforços para que a dita "democracia" seja aplicada, com efeito, o lema da igualdade é colocado na prática onde as massas cegas e "iguais" apoiam pelos números as políticas por eles criadas, desmantelando a hierarquia natural das coisas, fazendo com que o superior tenha o mesmo valor que o inferior.

Em seguida o lema da liberdade é promovido e a partir disso, as coisas mais iníquas possíveis passam a ter "direitos", — e isso significa que o erro, o pecado e a heresia passam a ser promovidas, permitindo então que os homens se afastem cada vez mais de Deus.

Por fim o lema da fraternidade que seguindo os dois lemas anteriores, estabelece um "Estado Laico" — que é uma farsa monumental que visa remover a  única e verdadeira Religião que é Católica e em seu lugar coloca a Religião do Homem Iníquo, — e sua finalidade consiste em permitir, promover e proteger tudo aquilo que opere para o mal, jamais lutando contra as ações liberais que são contrárias à lei natural e divina.

Com efeito, tudo que há de ruim nesse mundo acaba por ganhar legitimação pelo próprio Governo que apoiará o erro e o pecado, colocando a mentira em pé de igualdade com a verdade.

Ademais. — Vale ressaltar que não é a forma de governo que é o grande problema senão que a moral que o rege. É fato que a Monarquia se comparada às demais formas de governo é superior por ser mais análoga ao governo da Igreja que é uma sociedade perfeita e também análoga ao governo celeste que é perfeito, tudo quanto o homem puder imitar a Deus, mais isso o torna perfeito.

Ademais. — Qualquer regime político é bom desde que não seja corrompido, ora, a que se entende por conservação de algo senão que o governo deva ser regido para Deus, com efeito, de nada adianta uma monarquia se a mesma não for orientada para Deus.

Ademais. — O Mestre Angélico, a saber, Santo Tomás de Aquino em sua "Suma Teológica" defende um regime misto, a saber, que contenha elementos da monarquia, aristocracia e democracia. Já em seu "Do Reino" defende a Monarquia, no entanto, se verificarmos em detalhes o que o Mestre Angélico diz é que de fato não importando o regime, ele deve ser ordenado a Deus.

Ademais. — O fato é que há um projeto de "Nova Ordem Mundial" que há muito tempo vem sido empregado pelas sociedades secretas — e tudo quanto fazem é baseado nos princípios liberais-maçônicos. Quanto ao quesito de nosso país é a democracia a forma escolhida para que eles apliquem a desordem blasfema.

Ademais. — Vejamos os demais países que possuem formas de governo superiores a do Brasil, não são tão diferentes quando analisados sob a perspectiva da Fé e da Moral, pois são igualmente iníquos, apenas mudando a gradação de suas respectivas iniquidades em relação aos outros, e isso sucede porque não querem o Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Ademais. — Uma Nação só é virtuosa quando o Estado se submete a Santa Igreja, consequentemente a Deus, o que faz com que os homens e as mulheres que vivem nesse Estado possam orientar a inteligência e a vontade para Deus com maior facilidade, pois terá um Governo que terá leis que permita que eles busquem com maior facilidade a Virtude, — promovendo o bem e condenando o mal, permitindo que as pessoas se aproximem daquilo que é bom e se afastem daquilo que é mal e, portanto, conseguem exercer uma boa vida buscando a santidade querida por Deus.

Além do mais, diz o Papa Leão XIII: "Se tudo isso fosse mais bem conhecido, príncipes e povos dariam prova de sabedoria política e agiriam conformemente às exigências da salvação geral, unindo-se à Igreja para resistir aos ataques dos maçons, ao invés de se unirem aos maçons para combater a Igreja. [...] Bem o sabemos: a nossa melhor e mais sólida esperança de cura está na virtude dessa religião divina que os maçons odeiam tanto mais quanto mais a temem. Sumamente importa, pois, fazer ela o ponto central da resistência contra o inimigo comum. [...] Que ninguém, pois, se deixe enganar por falsas aparências de honestidade. Algumas pessoas, com efeito, podem crer que, nos projetos dos maçons, não há nada formalmente contrário à santidade da religião e dos costumes. Todavia, sendo condenado pela moral o princípio fundamental que é como que a alma da seita, não pode ser permitido aliar-se a ela, nem auxiliá-la de qualquer modo".

Por isso é mister que os católicos lutem sem cessar na guerra contra o maldito sistema maçônico que dominou praticamente tudo, é tolice acreditar que a maçonaria é só um mero detalhe, de fato, ela é e representa algo grandioso e perverso que é a suprema blasfêmia contra Deus.

Devemos lutar pela Cidade de Deus participando da grande Guerra liderada por Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe junto a São Miguel Arcanjo e toda a milícia celeste que no Fim dos Tempos dizimarão junto com todos os homens e mulheres fieis —, o Reinado das Trevas, vencendo definitivamente todo o mal — que será lançando no Abismo Perpétuo que é a Geena preparada para Satanás e seus demônios e todos aqueles que o servem.

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna! Força e Honra! Sempre Fiel!

Comentários

Postagens mais visitadas