Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois.
Por: Vinicius Martinez
“Devemos suportar tudo, porque o sofrimento é pequeno e a recompensa é grande.” Santa Catarina de Sena 
Um magnífico sinal da Graça de Deus em nossas vidas é quando uma pessoa que amamos ou que temos grande consideração por ela. 
Nos machuca em decorrência de uma atitude, seja uma escolha ou uma declaração que tenha ferido os nossos sentimentos, assim como também tenha contrariado a nossa vontade.
O ser humano naturalmente ao ser contrariado em sua vontade tende a se entristecer, pois, de fato dói ter a nossa vontade, os nossos desejos sido negados —, dói ser machucado por uma pessoa que tanto amamos. 
Geralmente a reação natural após sermos machucados por uma pessoa, é de tristeza, revolta e raiva. No entanto, por alguma operação de ordem sobrenatural. 
Ainda que entremos numa forte tristeza, ainda que choremos muito por causa da dor que sentimos, ainda assim em nosso coração persiste o Amor, o desejo do Sumo…

Se hoje temos a Civilização Ocidental é por causa do sacrifício de milhões de homens e mulheres

Se hoje temos a Civilização Ocidental é por causa do sacrifício de milhões de homens e mulheres.

Por: Vinicius Martinez


A Civilização Católica foi erguida na base do sangue dos mártires —, e partir desse sangue, as sementes da fé foram plantadas graças ao sacrifício dos santos que deram suas vidas por Cristo e pela Igreja.

Com isso fizeram com que a única e verdadeira Fé se expandisse até que se estabelecesse e se tornasse a Religião Comum da Europa — e de muitos outros lugares.

Com efeito, a Cristandade surgiu e foi formada e mantida, mediante ao derramamento do sangue dos homens guerreiros que deram suas vidas para a defesa da verdadeira Fé que atenderam corajosamente o chamado da Providência Divina que desejava a queda da Babilônia representada pelo Supremo Império Romano Pagão.

Ora, a conduta usada para estabelecer e manter o cristianismo sempre foi na base do sangue: seja de homens, seja de mulheres. É deveras sabido que já não estamos mais sob a égide da Cristandade, pois o Ocidente que outrora foi católico apostatou em definitivo a partir de 1789.

Desde o Medievo houve inúmeras tentativas por parte do braço secular que desejava se rebelar contra a ordem comum, o corpo que é a sociedade estava querendo tomar lugar da cabeça que é a Igreja.

A primeira nação católica foi a França de Rei Clóvis I dos francos e a Rainha Santa Clotilde, contudo, embora outrora tenha sido a primeira a aceitar a Fé e a Ordem de Cristo.

Também foi a primeira que começou a se rebelar contra a Ordem de Cristo com o Rei Felipe IV, "o belo" e também foi a que finalizou a apostasia em definitivo em 1789 com a maligna Revolução Francesa.

No entanto, embora já não estejamos na Cristandade, o fato é que a Fé ainda existe e devemos fazer com que a Fé se propague até os confins do mundo e tempo, ainda que ela não seja aceita.

Porém há um grande problema que se consiste em como podemos propagar a fé e reerguer uma sociedade católica em nossos tempos?

Segundo o parecer real da maioria dos católicos modernos que foram ensinados a serem fracos, — almejam reerguer a realeza de Cristo lendo livros, pagando cursinhos de filosofia e teologia, palestras, literatura, artes, etc, etc, além de postar memes na internet.

Em verdade, acreditar que a Realeza de Cristo vai ser resgatada em nossa época dessa maneira só pode ser uma piada — uma verdadeira utopia.

Isso só ocorre mediante a castração do Homem Moderno que começou com força depois da Segunda Guerra Mundial que traumatizou gerações de homens que não quiseram ensinar aos seus filhos a serem verdadeiramente homens.

Com efeito, transmitiram seus traumas aos seus filhos que nas décadas seguintes encontravam-se fracos e pouco instruídos e com isso aderiram a todas as loucuras dos anos 60 em diante.

Vemos as consequências severas em nossa sociedade: corrupção e promiscuidade endêmicas, assim como uma criminalidade brutal de milhares de assassinatos de pessoas inocentes por ano que são vítimas dos lobos devoradores, que aproveitam para abocanhar as ovelhas que não conseguem se proteger mais.

É fato, que precisamos urgentemente de Homens nos moldes dos tempos antigos e medievais, que sejam capazes da vida intelectual, com efeito, serem intelectuais, ademais, é extremamente importante que estudemos as artes liberais, a filosofia, a teologia, a literatura, etc: formar intelectualidade, pois nossa finalidade última é a contemplação da Verdade.

Contudo, é crucial que também sejamos guerreiros em todos os aspectos: seja na ordem espiritual e física, ou seja, também sermos corporais, ademais, não somos seres angélicos que são puro espírito, somos seres humanos e temos corpo que é um instrumento — e devemos utilizá-lo bem.

Do contrário sempre ficaremos a mercê do braço armado iníquo que sempre há de nos sufocar — e vencer — e impedir que o Reino seja estabelecido novamente.

Nenhuma sociedade se mantém apenas com intelectuais ou tampouco apenas de guerreiros, é necessário que tenhamos os três tipos de homens em harmonia (produtores, guerreiros e intelectuais). O fato é que há demasiada atenção na vida intelectual e grande negligência na formação de nossa potência de guerreiros.

Não se trata de desejar a guerra e o sangue alheiamente, nenhum bom homem deseja a morte e o sangue dos outros, nós sempre desejamos nada mais que ir à Santa Missa estar ao lado de nossas famílias e amigos. De fato, trata-se de dizer que não há como vencermos a iniquidade incrível que vivemos apenas rezando e estudando.

É necessário que tenhamos efetivo combate pelas ações concretas — e por vezes será necessário que lutemos verdadeiramente numa batalha onde muito sangue será derramado.

Não devemos dar o luxo de permitir que sejam os lobos devoradores que triunfem sobre nosso sangue, e com isso tomem o poder de subjugar as nossas mulheres. Ademais, temos de protegê-las com nossas vidas, — assim como também devemos proteger as crianças, os velhos, os doentes e indefesos.

Além disso, temos de dar as nossas vidas principalmente para defender a nossa Fé e identidade, pois somos Homens e para a guerra somos chamados: seja ela de ordem espiritual ou física.

A questão é que muitos se preparam apenas para o espiritual e outros apenas para a física, contudo sábio é o Homem que se prepara para ambas.

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna! Força e Honra! Sempre Fiel!

Comentários

Postagens mais visitadas