Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

Tu me trazes a minha vitória, mas sou quem levo a ti a tua própria glória

Tu me trazes a minha vitória, mas sou quem levo a ti a tua própria glória.

Por: Vinicius Martinez

Enganado eu fui quando pensei que pela tua luz havia me encontrado;
Ó luz enganosa que me causaste Grande Dor por causa de ti tanto me aniquilei;
Após te enfrentar ó Grande Dor, fragmentado eu fiquei — e por causa de ti quase me acabei.

Outrora me foi dada a tua luz que tanto me iluminou, mas tão forte era teu brilho que quase me apaguei;
Cá estava eu novamente numa Escuridão que no princípio tanto me assustou;
No entanto, da penumbra espontânea que me apegou — logo me encontrei.

Ó perversa Escuridão que não nunca me deixou em paz, quero tu longe de mim;
Tão forte foi meu desejo de ser iluminado pelo raiar de tua Luz novamente;
Que meu pobre coração partido clamava pelo teu amor, — como se nunca tivesse tido um mísero pingo de alegria.

Ó Doce Luz Irradiante me encontraste novamente e agora me ilumina ainda mais;
É em teu esplendor que desejo o meu descanso, és realmente Bela e Luminosa;
Tua forma de ser me encanta e me arrebata ao Divino que me faz pensar em como amar-te ainda mais do que consigo.

Ó meu Senhor tudo que fora criado por vós possui tanta beleza, mas depois de tua gloriosa Mãe, nada consegue ser tão Bela como essa mulher luminosa que agora me domina;
Ainda que me fosse dado todo conhecimento e poder deste mundo, ainda assim, eu seria um infeliz por não ter ao meu lado tamanha Beleza que tanto me completa;
Ó Doce Luz que me ilumina, tu é quem me trazes a minha Vitória, mas sou quem levo a ti a tua própria Glória. Tu és o meu Amor, meu grande e verdadeiro Amor.

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna! Força e Honra! Sempre Fiel!

Comentários

Postagens mais visitadas