Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois.
Por: Vinicius Martinez
“Devemos suportar tudo, porque o sofrimento é pequeno e a recompensa é grande.” Santa Catarina de Sena 
Um magnífico sinal da Graça de Deus em nossas vidas é quando uma pessoa que amamos ou que temos grande consideração por ela. 
Nos machuca em decorrência de uma atitude, seja uma escolha ou uma declaração que tenha ferido os nossos sentimentos, assim como também tenha contrariado a nossa vontade.
O ser humano naturalmente ao ser contrariado em sua vontade tende a se entristecer, pois, de fato dói ter a nossa vontade, os nossos desejos sido negados —, dói ser machucado por uma pessoa que tanto amamos. 
Geralmente a reação natural após sermos machucados por uma pessoa, é de tristeza, revolta e raiva. No entanto, por alguma operação de ordem sobrenatural. 
Ainda que entremos numa forte tristeza, ainda que choremos muito por causa da dor que sentimos, ainda assim em nosso coração persiste o Amor, o desejo do Sumo…

A destruição do ser masculino e feminino pelos hábitos e costumes ruins: infertilidade, anomalias e outros assuntos

A destruição do ser masculino e feminino pelos hábitos e costumes ruins: infertilidade, anomalias e outros assuntos. 

Por: Vinicius Martinez

São muitos os fatores que estão contribuindo para a infertilidade dos seres humanos: a destruição da ordem antropológica do ser masculino ou feminino em decorrência de uma cultura nociva por via de ideologias tais como o Feminismo, que acabam por dizimar a identidade de cada sexo — promovendo anomalias terríveis ao corpo e a alma.

Empregos que exigem pouco do ser masculino, promovendo a ociosidade que é inimiga do Homem que por sua vez também causam problemas na alma e no corpo.

Empregos que não são compatíveis com o ser feminino que por sua vez, promovem muito desgaste e estresse que desencadeia muitos problemas hormonais nas mulheres, — acarretando sérios problemas de saúde da mente e do corpo.

Estilo de vida sedentário ou incompatível com o sexo em questão; masturbação e pornografia que causam problemas sérios de ordem espiritual, psíquica e bioquímica; fatores ambientais múltiplos, etc.

É fato que homens afeminados possuem vigor sexual baixo e seus espermas são fracos, ora, aquilo que está com potência baixa, quando em ato se torna fraco, é o caso da qualidade genética que um homem afeminado tem que por sua vez transmitirá uma potência ruim que por sua vez gerará um ato fraco. O mesmo serve para uma mulher cuja feminilidade é baixa, — sua capacidade de gerar vida é baixa.

Outro fator é a alimentação que tem grande influência no desenvolvimento de um ser humano. Ora, quem se alimenta pouco, desenvolve-se pouco, assim como quem se alimenta do que é ruim, desenvolve-se de maneira ruim.

A alimentação do homem moderno é péssima: alimenta-se de produtos de baixíssima qualidade e com hormônios femininos injetados.

A indústria alimentícia, assim como boa parte das indústrias trabalham seguindo um principio de que quantidade é sempre qualidade, o que importa é produzir e render lucros, tal principio não é verdadeiro ou tampouco saudável.

Porque a qualidade deve estar acima da quantidade, com efeito, ainda que muitos hoje consigam se alimentar em decorrência da larga escala de produção de alimentos. 

O fato é que os processos químicos que permitiram isso na engenharia dos alimentos possuem consequências negativas ao organismo humano que agora se enche de componentes ruins e, portanto, danosos, favorecendo distúrbios alimentares, metabólicos e genéticos.

Outro se encontra na utilização de produtos químicos que visam aprimorar o corpo, utilizam para construir músculos, no entanto, isso tem um preço, pois tais produtos destroem a virilidade real e coloca uma virilidade totalmente artificial, ora, o que é artificial sempre será inferior ao que é original.

Assim como os afeminados que possuem ausência de testosterona efetiva, os que são demasiado bombados por causa de produtos químicos também possuem vitalidade sexual baixa e espermas de qualidade ruim.

O mesmo ocorre com as mulheres que estão destruindo a feminilidade que possuem ao tomarem produtos químicos semelhantes ao dos homens e que possuem efeitos ainda mais danosos na mulher, utilizam dos produtos para ficarem "gostosas".

Neste caso, entra a musculação e as artes corporais que possuem por objeto a saúde e a beleza do corpo, com efeito, tornam-se atividades com finalidades ruins, — prejudicando a saúde e destruindo a beleza feminina.

Algumas utilizam tanto que ao invés de se tornarem "gostosas" tornam-se verdadeiros monstros, possuindo uma forma estrutural totalmente deturpada, fazendo com que o belo seja destruído, por sua fez o feio e o horrendo tomam lugar, e o que antes era original — se torna artificial.

Também acontece que muitas estão utilizando os anticoncepcionais que são verdadeiras bombas químicas totalmente nocivas ao organismo feminino, utilizam para poderem fazer seus atos de depravação, — adotando o sexo livre ao invés de desejarem para si mesmas o verdadeiro amor dentro do Santo Matrimônio.

Todos e muitos outros fatores estão dizimando a fertilidade das mulheres que por sinal ficam mais suscetíveis a terem doenças ruins no futuro por não terem tido uma boa geração de vida que as torna fortes.

Ora, a mulher foi feita para gerar vida, — o feminino é vida, quanto mais algo que gera vida o faz, — melhor este algo é, pois uma potência ociosa acaba por prejudicar aquilo que o faz possível.

Além disso, um fato importante a ser destacado é que em decorrência do pensamento feminino moderno de que se deve construir primeiro uma carreira profissional para depois pensar em ter filhos, está sendo uma decisão muito ruim para as mulheres.

Ademais. — O ser feminino foi feito para gerar vida, — não há como escapar dessa realidade criada por Deus. Do mesmo modo que o fruto de uma árvore é sua capacidade de gerar oxigênio e também dar beleza ao ambiente onde ela se encontra, assim é a mulher cujo ventre foi feito para gerar vida e dar beleza ao mundo.

Além disso, quanto mais tempo uma mulher demora em ter seu primeiro filho, mais propensa ela fica em desenvolver doenças —, prejudicando a saúde dela, assim como também quanto mais velha ela for, mais chances de ela estar com um organismo fraco que por sua vez terá maiores probabilidades dela gerar uma criança com alguma deficiência.

Vale ressaltar que não se trata de condenar a existência de deficientes, e sim alertar de condições que permitem a existência de problemas de saúde.

Ora, é sensato que se tenha uma vida saudável para gerar outras vidas saudáveis, poupando o sofrimento de uma criatura que possa a vir nascer com algum problema em decorrência das escolhas ruins dos pais.

Diferentemente é o pensamento pecaminoso ligado às espécies do que chamamos de Eugenia, a questão é que de fato tais condições aumentam as probabilidades de gerar seres humanos deficientes.

No entanto, como não somos bárbaros e pagãos, devemos cuidar e proteger os doentes, — diferentemente da concepção eugênica de nossos tempos que visa matar pessoas deficientes e deixá-las na marginalidade total, vendo nelas uma dignidade inferior.

Prosseguindo, todos esses produtos químicos que visam a "aprimorar" o corpo masculino ou feminino são na verdade substâncias que invertem a natureza das coisas, a pessoa ganha um aprimoramento externo, mas em contrapartida prejudica sua parte interna que é mais importante.

Esses produtos são nocivos ao corpo humano que possui limites de operação, a questão é que ao tomar tais produtos —, o organismo da pessoa passa a trabalhar de uma forma que não foi projetada, em médio-longo prazo surgirão os problemas.

Além do mais, o mesmo ocorre com as mulheres que tomam os anticoncepcionais que quimicamente fazem com que o organismo da mulher se torne algo que ele não é: infértil e sem potência vivifica. Ele inverte a natureza das coisas, tornando o que é naturalmente fértil em infértil.

É como que um fazendeiro demente jogasse lixo radioativo num terreno fértil que produziu para ele muitos alimentos. Aquilo que era algo que tinha potência efetiva de gerar alimentos em abundância; torna-se um ambiente morto e potencialmente destrutivo, — não haverá nada que brote dali que seja saudável.

A grande semelhança entre ambas às comparações é que tanto a mulher e o fazendeiro, tiveram a escolha tola de destruir a natureza das coisas, no caso da mulher sua capacidade de gerar vida é dizimada ao tomar anticoncepcionais e o fazendeiro ao destruir o terreno com sua capacidade de produzir bons frutos ao jogar lixo radioativo. Ambos utilizaram de coisas externas para prejudicar a natureza de algo.

Todos esses produtos alteram a ordem das coisas, quando você altera a ordem e a estrutura de funcionamento de algo que foi projetado para funcionar de uma forma específica: embora tais modificações até surtam efeitos, o fato é que a essência da natureza daquilo não pode ser modificada de tal forma que sua essência seja quebrada.

Ademais. — Com efeito, o que é heterogêneo à ordem do ser, será combatido pelo próprio ser, e quando isso acontece, a natureza cobra caro por isso, e as consequências são severas.

A melhor forma de combater esses problemas é reeducando os homens e as mulheres de nossos tempos que foram ensinados a pensar e agir de forma completamente errada.

A questão é que tal coisa será um processo muito díficil, porque os erros uma vez instalados —, criam raízes tão profundas e resistentes que para destrui-los torna-se realmente dificílimo, mas não impossível.

Em nossos tempos, as pessoas invertem a ordem das coisas, é o que fazem com as artes corporais, visando apenas o aprimoramento meramente estético para atingirem a demanda insana da hiperssexualização no lugar de desejarem o fim máximo que é a saúde.

A consequência de inverter a ordem do objeto previsto das artes do corpo, ou do abuso da mesma é a falta de saúde e a falta da beleza, tendo em vista que aquele que não possui saúde — não há de ter beleza.

Ora, não é o que vemos em nossos tempos, ao ver que há homens que entram na academia e que ficam mais fortes, mas ficam tão viciados que ao invés de ficarem definidos, tornam-se indefinidos, assim como mulheres que entram e melhoram o corpo, ficando mais belas, mas que por abusarem acabam por ficar feias?

De fato vivemos em tempos onde ambos os sexos já não compreendem o que são, e quando não se conhece a si mesmo, procede que a pessoa deixe de ser aquilo que deveria ser.

Como já dizia o Educador, a saber, Platão: "A educação deve possibilitar ao corpo e à alma toda a perfeição e a beleza que podem ter".

Ademais. — Se a educação dos homens e das mulheres de nossos tempos não faz com que eles e elas possam entender o que são —, o resultado disso é justamente fazer com que o corpo e a alma de ambos jamais atinjam a perfeição e a beleza que podem possuir.

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Salve Roma Eterna! Força e Honra! Sempre Fiel!

Comentários

Postagens mais visitadas