Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois.
Por: Vinicius Martinez
“Devemos suportar tudo, porque o sofrimento é pequeno e a recompensa é grande.” Santa Catarina de Sena 
Um magnífico sinal da Graça de Deus em nossas vidas é quando uma pessoa que amamos ou que temos grande consideração por ela. 
Nos machuca em decorrência de uma atitude, seja uma escolha ou uma declaração que tenha ferido os nossos sentimentos, assim como também tenha contrariado a nossa vontade.
O ser humano naturalmente ao ser contrariado em sua vontade tende a se entristecer, pois, de fato dói ter a nossa vontade, os nossos desejos sido negados —, dói ser machucado por uma pessoa que tanto amamos. 
Geralmente a reação natural após sermos machucados por uma pessoa, é de tristeza, revolta e raiva. No entanto, por alguma operação de ordem sobrenatural. 
Ainda que entremos numa forte tristeza, ainda que choremos muito por causa da dor que sentimos, ainda assim em nosso coração persiste o Amor, o desejo do Sumo…

Amar não cansa!

Amar não cansa!

Por: Vinicius Martinez


Parece que amar cansa, pois tudo que não há reciprocidade e retorno, não vale a pena manter.

Com efeito, diz uma pessoa: "Tô cansado de esperar. Cansei de amar fulana. Cansei de me doar. Cansei de ajudar. Ninguém está nem aí para mim. Não ligam para o meu amor, logo não há porque amar".

Mas em contrário, diz o Doutor Místico, a saber, São João da Cruz: "Amar não cansa nem se cansa".

Com efeito, aqueles que verdadeiramente amam, jamais cansam do ato de amar, pois, o amar é uma adesão Intelectual que se concretiza de tal forma que não há como voltar atrás.

Todos aqueles que dizem ter cansado de amar alguém, é porque na verdade jamais amou. Essa pessoa apenas teve uma paixãozinha que obviamente haveria de se esgotar com o tempo, pois o que é carnal — limitado é.

Já o Amor é algo cujos limites nos são desconhecidos.

Em verdade, é na dificuldade e nos tempos secos que se prova o verdadeiro amor. Pois é nas situações geladas que se vê o fervor da chama perpétua que é o Amor, cuja origem é o próprio Deus, com efeito — ilimitado há de ser.

Amar é sempre glorioso, mas toda glória tem seu preço, e o preço do amor é por vezes um tanto doloroso. Mas a beleza que é o amar, faz de toda dificuldade e dor uma sujeira que é ofuscada pelo magno brilho do Amor.

Glória a Deus! Ave Maria Santíssima! Sempre Fiel!

Comentários

Postagens mais visitadas