Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois.
Por: Vinicius Martinez
“Devemos suportar tudo, porque o sofrimento é pequeno e a recompensa é grande.” Santa Catarina de Sena 
Um magnífico sinal da Graça de Deus em nossas vidas é quando uma pessoa que amamos ou que temos grande consideração por ela. 
Nos machuca em decorrência de uma atitude, seja uma escolha ou uma declaração que tenha ferido os nossos sentimentos, assim como também tenha contrariado a nossa vontade.
O ser humano naturalmente ao ser contrariado em sua vontade tende a se entristecer, pois, de fato dói ter a nossa vontade, os nossos desejos sido negados —, dói ser machucado por uma pessoa que tanto amamos. 
Geralmente a reação natural após sermos machucados por uma pessoa, é de tristeza, revolta e raiva. No entanto, por alguma operação de ordem sobrenatural. 
Ainda que entremos numa forte tristeza, ainda que choremos muito por causa da dor que sentimos, ainda assim em nosso coração persiste o Amor, o desejo do Sumo…

A Grandeza do Sacerdócio. Os grandes Padres e os padres que não honram o sacerdócio e desagradam o Senhor

A Grandeza do Sacerdócio. Os grandes Padres e os padres que não honram o sacerdócio e desagradam o Senhor.

 Por: Vinicius Martinez

O Sacerdócio é uma vocação incrível. Não a possuo, mas tenho grande admiração por estes que a possuem — que são escolhidos. O sacerdócio é tão grandioso que lhe permite celebrar uma Santa Missa que é o evento mais grandioso que existe nessa vida, assim como consagrar uma Hóstia, tornando-a: Corpo, Alma, Sangue e Divindade de Nosso Senhor, que é o maior milagre que existe.

Assim como também são habilitados de perdoar os pecados dos outros, pois na realização da Santa Missa, da Consagração da Hóstia e no Perdoar os pecados, os sacerdotes se tornam pessoas em Cristo, o que também é magnífico.

Só essas três realidades presentes no sacerdócio, são suficientes para demonstrar a grandeza de um Padre e o quanto ele é digno, eis também que o mesmo está acima de qualquer leigo, por ser um Oficial de Cristo e em decorrência do seu "oficialato" e das faculdades que lhe são dadas por Deus, devemos ter grande respeito pelos Padres.

Eis que me lembro de um Santo que disse que se tivesse um Anjo e um Padre em sua frente, ele primeiro iria ao Padre para pedir bênção e em seguida iria ao Anjo.

Neste caso se trata da demonstração de que o Padre possui uma dignidade maior que até mesmo de um Anjo, que em natureza está acima de nós Homens, mas nem mesmo o mais alto dos seres angélicos, a saber, Serafins, podem consagrar uma Hóstia ou perdoar os pecados ou tampouco celebrar uma Missa.

Sobre os padres modernos...

Lamentavelmente o Sacerdócio tornou-se algo completamente contrário ao que sempre foi. Hoje os Padres já não querem ser Pais espirituais, mas querem a fama, o dinheiro e a vida fácil, querem ser do mundo, desejam serem vistos como homens iguais aos leigos — quando não são.

É visível a quantidade de "padres" que desonram os seu sacerdócio, — que estão mais preocupados em cantar músicas toscas e antropocêntricas, fazer shows, — inclusive na Santa Missa (mas que lástima!). Se vestem até de civis.

Não é em vão que suas homilias são pobres e tolas que não servem para nada —, além de causar sono aos outros. Lamentavelmente muitos padres não estão cumprindo com suas obrigações e deveres, não estão exercendo a autoridade de Padre, não estão cuidando de seus filhos espirituais.

Pois já não veem as pessoas como "filhas espirituais" e que, portanto, devem cuidar da alma de seu pequeno rebanho paroquial. Nunca falam do Inferno, dos perigos espirituais, da importância da Confissão, da importância da Sã Doutrina, não estão nem aí, pois sequer acreditam nisso tudo — por vezes.

Por outro lado também temos padres que embora se vistam como padres, utilizando da Batina, que é uma veste sacra lindíssima que mostra que aquele que a usa em tese — está morto para o mundo e vivo para Deus. — Infelizmente muitos ao invés de serem humildes, firmes e caridosos, são arrogantes e pouco caridosos.

Não estão preocupados com as almas das pessoas, não ajudam ninguém, e quando resolvem ajudar, é aquela ajuda fraca e feita por obrigação, muitos até são bons conhecedores da Doutrina, mas não compartilham com os menos instruídos, além de terem a visão de que são as pessoas que devem ir neles ao invés deles irem nelas.

São padres que não são tão diferentes dos acima citados, a diferença é que um está mais bem vestido que o outro. É uma geração de padres que não querem sair em busca dos que estão perdidos, que possuem nojo dos pobres, que possuem desdém da paternidade espiritual.

São padres que muitas vezes, rejeitam um pedido desesperado de um pecador, que pede para se confessar, mas é tão preguiçoso e arrogante que impõe dia, hora e minuto marcado para atender, quando não há hora para o exercício do sacerdócio. Que lamentável, quão deve ser triste para o Senhor ver essas coisas.

Os grandes Padres...

É verdade que existem muitos padres do jeito que descrevi, mas obviamente que não são todos assim, há bons padres por aí. No entanto aqui não comentarei sobre os bons padres, mas os Grandiosos Padres que são Santos.

Que abismo é comparar estes padres citados, com um verdadeiro Padre como São Pio de Pieltrelcina, que grande Homem, que Grande Sacerdote, que Grande Pai Espiritual!

Um Padre que amava tanto os seus filhos espirituais, que pedia para que todos os males que pudessem atingi-los — viessem nele e não neles, um Homem que ficava horas e horas dentro de uma cabine de confessionário, atendendo os pecadores que buscavam a reconciliação, um Padre que passava horas de seu dia, rezando e pedindo a misericórdia de Deus, para que as pessoas não fossem castigadas, mas que ele fosse castigado no lugar delas.

Um Homem que em suas homilias, em suas cartas, em suas conversas, demonstrava grande amor — dando instrução firme e centrada, explicando os perigos do mundo, da realidade do Inferno, da importância da vida voltada para Deus, um Homem que nunca colocaria horariozinho ou datinha para atender confissões, que nunca negaria uma confissão a um pecador na frente dele. Que grandioso Padre.

Assim também posso dar o exemplo de São José de Anchieta, que grande Homem e Padre. Dedicou sua vida a instruir um povo completamente estranho e com uma cultura Bárbara e sanguinária, arriscou a sua dignidade e vida para instruir essas pessoas, que embora fossem "bárbaras" eram seres humanos.

Foi um Homem que saiu da civilização, que tinha seus confortos, para ir de encontro com o sujo, com o desconfortável, foi procurar que estavam perdidos com grande amor por eles, partilhando de sua grande sabedoria, com aqueles que careciam de sabedoria. Assim também digo todos aqueles sacerdotes que saíram em busca dos perdidos, muitos perderam suas vidas aqui, mas conquistaram a vida verdadeira com Deus.

Finalizo — Quanto maior é a nossa autoridade, maior é o nosso dever com os nossos subordinados, maior é o peso sobre nós no dia do juízo. Pois se o peso que um Pai de Família tem diante de Deus, quando se trata de responder diante do Altíssimo, do motivo de não ter sido um bom Pai que tenha levado sua esposa e filhos para o Céu.

Agora imagine o peso sobre um Padre que tem em suas costas a responsabilidade de centenas, às vezes — milhares ou milhões de almas (no caso de alguns), imagine só o quão rígido será o juízo daqueles padres que não exerceram o seu sacerdócio? Satanás e suas legiões, tenta com força máxima os sacerdotes, pois nada mais saboroso que um "Homem de Deus", — nas mãos deles.

Rezemos pelos bons Padres que amam o sacerdócio que exercem, mas também rezemos aos que não honram, para que os mesmos recebam a graça de perceber o grande papel que devem desempenhar. Rezemos pelo nosso Clero que hoje se encontra abalado e perdido.

Rezemos por todos aqueles que estão nos seminários, para que sejam tocados pelo Senhor, para perceberem o nível de responsabilidade que é ser sacerdote, pois ser sacerdote não é brincadeira. Deus tenha piedade de nós e nos conduza a vida eterna! Amém!

Glória a Deus! Salve Maria Santíssima! Salve Roma! São Pio de Pieltrelcina, São José Anchieta e São Lucas, rogai por nós!

Comentários

Postagens mais visitadas