Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

Se diz Católico (a), mas vai no Rock in Rio, na baladinha mudana

 Se diz Católico (a), mas vai no Rock in Rio, na baladinha mudana

Por: Vinicius Martinez 

Se diz Católico (a), mas vai no Rock in Rio, na baladinha mundana. Aham sei, Católico (a) né. 

- Ain que absurdo, eu sou católico (a) sim, vou à missa, comungo, rezo e leio a bíblia; não deixo de ser católico só porque vou me divertir na balada ou no Rock in Rio.

- Claro, com certeza, você é um excelente católico, você mistura o mundão com o sagrado e ainda acredita que pode ser do mundo e de Deus ao mesmo tempo, você é um grande católico, indo a lugares onde os mais graves pecados são cometidos, onde a idolatria, a luxúria reina, e pior ainda, além de querer ser do mundão, não se submetendo a Deus, ainda tem a cara de pau, de comungar o corpo, sangue, alma e divindade que está presente em cada partícula da hóstia consagrada, não sabes o sacrilégio que cometes ao fazer isso.

Ademais. -- As baladas, e essas porcarias, são festas para os porcos, é lá que pessoas buscam uma falsa felicidade, até encontram certa alegria, pois estão alimentando a concupiscência, os sentidos e certamente encontram prazeres da carne, mas tudo isso não passa de engodo, de "mundanice", cometendo diversos pecados, colocando Deus de lado, colocando a idolatria para si. Nenhuma pessoa sensata, por mais que sinta vontade de ir, participa de baladas e shows.

Finalizo -- Nunca fui a nenhuma balada na vida, com efeito, deixei de ganhar namoradinhas, beijos, amassos e até fornicar, coisas que certamente iam satisfazer a minha concupiscência, mas ainda bem que não fui nestes lugares e não pratiquei essas imundices, sei que poderia ter obtido para si -- muitos prazeres em tais lugares, mas graças a Deus, não me curvei aos meus desejos desordenados que certamente existem até hoje, e que certamente iriam e podem ainda me levar para o abismo. Fico extremamente feliz, pois sei que se um dia eu for Pai e Avô, terei a grande honra de dizer que tive uma juventude reta e centrada no que é certo aos meus filhos e netos, sem exemplos ruins para dar neste quesito, pois há quem se vanglorie das besteiras que fez na juventude, há quem ache o máximo ter sido um rebelde e pior, conta o mau exemplo aos pequenos que hão de ser escandalizados. Eu não me acho melhor por ter optado por este caminho, não me vanglorio, não tenho orgulho de tal feito, pois sei que não fui eu quem fez isso possível, sei muito bem que se Deus não tivesse me dado graça para isso, eu teria sido igual a qualquer mundano -- e faria inclusive pior que muitos.

Glória a Deus, Salve Maria Santíssima!

Comentários

Postagens mais visitadas