Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos

Da formação e desenvolvimento do Homem, a crise da virilidade de nossos tempos e outros assuntos. Por: Vinicius Martinez
Introdução.

Se podemos dizer que há um período na História Humana onde o Homem deixou de entender a si mesmo, esse período é o nosso. Vivemos num mundo desenvolvido tecnologicamente, mas precariamente os homens que participam desses tempos, não acompanharam o avanço das técnicas que por eles mesmos foram desenvolvidas.

É fato que vivemos numa sociedade apóstata que abandonou a Verdade e que se rendeu ao Liberalismo em todos os seus aspectos, o que por sua vez deu forças ao modernismo na religiosidade, assim como pavimentou a civilização ocidental para experimentar as tenebrosas revoluções sangrentas do século XX.

Por sua vez, nessa breve introdução, cito que o triunfo da tão má compreendida ideologia feminista, que embora muitos falem dela, não sabem que a mesma não é só uma simples demência do que chamamos de "Mundo Moderno".

Parafraseando a afirmação do Dou…

Sobre o Papa Francisco e a infabilidade papal

Sobre o Papa Francisco e a infabilidade papal

Por: Vinicius Martinez

Hoje existem dois grupos antagônicos dentro da Santa Igreja, são os ditos: Fiscais do Papa, que é uma tropa de elite da defesa das declarações do Papa -- é um grupo especializado em explicar absolutamente tudo que o Papa diz, incluindo explicar coisas que nem mesmo o Papa explicou, tudo para corrigir os erros do Papa.

Meus caros -- o Papa Francisco comete muitos erros em suas posições e declarações políticas e públicas, não sejam imbecis de quererem limpar a sujeira e os deslizes feitos por ele, o tempo todo, quem deve fazer isso é o próprio Pontífice junto com seus Cardeais.

Por outro lado há um grupo também igualmente retardado, que pega as noticias e falas do Pontífice e colocam-nas fora de contexto, com o intuito de denegrir a imagem do Papa a qualquer custo, pessoas que acreditaram e compartilharam até mesmo a noticia fake -- de que o Pontífice teria dito que Adão e Eva jamais existiram. São as pessoas que odeiam tanto o Papa que o chamam de "Bergoglio".

Ademais. -- A verdade é que ambos grupos estão demasiadamente errados: Os fiscais do Papa e os odiadores do Papa. Também é importante saber que: Sim, a mídia distorce e deturpa muitas falas do Pontífice, no entanto é cegueira e burrice acreditar que o Pontífice não comete erros em suas declarações públicas.

Ademais. -- Sinto em dizer a você que é Sedevacante, por mais que não tenhamos um Papa grandioso como precisaríamos ter em tempos sombrios como estes, a verdade é que Francisco é verdadeiramente Sumo Pontífice da Igreja, gostando ou não -- ele é o chefe dela e portanto não deve ser desrespeitado enquanto autoridade -- como muitos fazem, negar isso é ser cismático e, portanto herege.

Ademais. -- Lembre-se que há uma hierarquia, uma ordem bem clara, leigos estão na base da Igreja, somos inferiores em relação aos Padres, Bispos, Cardeais, e o Papa está no topo dessa hierarquia em nível humano, mas assim também o Papa está subordinado a uma ordem ainda maior que é de Deus -- assim como nós, Cristo é o Cabeça e líder supremo de sua Igreja -- que é sua Esposa, o Papa é também subordinado a um Magistério Infalivelmente decretado, e a uma Tradição.

Ademais. -- O Papa enquanto figura pessoal -- em suas condutas e opiniões -- que por vezes são erradas sim, pode ser questionado e criticado como qualquer outra pessoa, no entanto sua Autoridade não deve ser questionada e criticada, pois é verdadeiro sucessor de São Pedro.

Finalizo. -- O Papa não é Inerrante, é uma pessoa que pode cometer erros como qualquer um de nós, no entanto ele sendo o Vigário de Cristo na Terra, ou seja -- o Líder da Igreja no nível Terreno, Deus lhe concede um "carisma" especial que é o da Infabilidade Papal. O Sumo Pontífice é infalível quando trata de questões de Fé e Moral; quando ele omite opiniões públicas que não sejam dessa natureza -- não é infalível, quando toma uma postura política ou pessoal -- ou quando emite uma opinião pessoal -- também não é. Ele é apenas infalível quando atende as quatro condições Vaticanas, compreender o que é o Dogma da Infabilidade Papal é crucial para não cair nessas idiotices cometidas por certas pessoas, que confundem Infabilidade com Inerrância total de suas condutas.

As condições para o exercício do carisma da infalibilidade, de acordo com o dogma estabelecido pelo Concílio Vaticano I, em 1870, são quatro:

1 - Que o Soberano Pontífice se pronuncie como sucessor de Pedro, usando os poderes das chaves, concedidas ao Apóstolo pelo próprio Cristo;
2 - Que se pronuncie sobre Fé e Moral;
3 - Que queira ensinar à Igreja inteira;
4 - Que defina uma questão, declarando o que é certo, e proibindo, com anátema, que se ensine a tese oposta.

Para exercer um ato infalivelmente, em qualquer documento ou forma de pronunciamento - seja numa encíclica ou num decreto especial, bula, constituição apostólica etc. - o Papa precisa deixar claro que o faz nessas quatro condições acima citadas.

Comentários

Postagens mais visitadas