Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois.
Por: Vinicius Martinez
“Devemos suportar tudo, porque o sofrimento é pequeno e a recompensa é grande.” Santa Catarina de Sena 
Um magnífico sinal da Graça de Deus em nossas vidas é quando uma pessoa que amamos ou que temos grande consideração por ela. 
Nos machuca em decorrência de uma atitude, seja uma escolha ou uma declaração que tenha ferido os nossos sentimentos, assim como também tenha contrariado a nossa vontade.
O ser humano naturalmente ao ser contrariado em sua vontade tende a se entristecer, pois, de fato dói ter a nossa vontade, os nossos desejos sido negados —, dói ser machucado por uma pessoa que tanto amamos. 
Geralmente a reação natural após sermos machucados por uma pessoa, é de tristeza, revolta e raiva. No entanto, por alguma operação de ordem sobrenatural. 
Ainda que entremos numa forte tristeza, ainda que choremos muito por causa da dor que sentimos, ainda assim em nosso coração persiste o Amor, o desejo do Sumo…

Podemos fazer o que quisermos?


Podemos fazer o que quisermos?
 
De: Vinicius Martinez 
 
T - Primeiro se discute assim: Parece que somos livres, logo podemos fazer o que quisermos.

P - Ademais. -- Deus nos deu o livre arbítrio, logo podemos fazer o que quisermos.

S - Ademais. -- Ser feliz é ter liberdade para fazer tudo o que quisermos e isso significa que temos de seguir nossos gostos.

Respondo a T: De fato somos livres, Deus nos deu o livre arbítrio que é um mecanismo que permite a decisão, pois em nossa alma, possuímos a potência intelectual e também a vontade. O intelecto é quem orientará a vontade, pois a vontade é cega. Contudo isso não significa que podemos fazer o que quisermos, pois nem tudo o que desejamos fazer é correto, pois Deus quer que o correto seja feito, pois ele quem criou a estrutura da realidade, donde o certo é o certo, e o errado é o errado e cabe a nós escolhermos o certo, para nosso bem.

Respondo a P - Deus nos deu o livre arbítrio para que livremente possamos ama-lo, pois se Deus não concedesse o mecanismo do livre arbítrio, não poderíamos amar a Deus de forma verdadeira, pois o amor é racional: é uma escolha. Mas afinal o que é liberdade? A liberdade é o bom uso do livre arbítrio, quando fazemos tudo orientado conforme a vontade de Deus, somos verdadeiramente livres, pois Deus sabe o que é bom para nós. Já com o livre arbítrio orientado para coisas que não são da vontade de Deus, que é o caso de nossas decisões egoístas e soberbas, utilizamos dessa faculdade de maneira errada, e então entramos na escravidão que é o contrário de ser livre.

Ademais. -- A Suprema Liberdade se consiste em utilizarmos o nosso livre arbítrio que é dado por Deus, escolhendo sempre o que Deus deseja, pois ele como nosso Pai Supremo, sabe o que é bom para nós, e não nós que sabemos o que é bom. Estamos limitados ao que vemos e sentimos Deus não está limitado a nada, ele é infinito e supremo. E foi quem te criou, portanto sabe o que é bom para todos nós. Somos semelhantes a Deus, pois somos livres, para escolher.

Objeção ao Livre Arbítrio: Se temos que fazer apenas o que Deus quer, então não há liberdade.

Respondo à Objeção - De maneira alguma isso invalida a liberdade concedida ao homem, pois o Homem tem a capacidade sim de optar pela desordem, enquanto também pode optar pela ordem, a escolha depende do julgamento de cada um, no entanto, todas as escolhas possuem consequências, se o Universo inteiro foi criado por Deus e ele estabeleceu Leis, isso significa que quando alguém rompe com essas leis, o caos se instala, não por causa de Deus, mas por causa da criatura que optou pela desordem. A criação de Deus não é ruim. Liberdade é diferente de Libertinagem.

Ademais. -- O Corpo Humano foi desenvolvido para suportar até um certo ponto de comida, no entanto, alguém saudável mas que é guloso, come mais do que deveria, e em seguida, essa pessoa: passa mal, quer dizer que a criação de Deus é falha? De maneira alguma, a sua criação é harmoniosa, no entanto, a pessoa que passou mal, optou por atender suas vontades fora de controle e tal escolha e descontrole, gerou a desordem de seu organismo que foi projetado para suportar até um limite de comida.

"Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não me deixarei dominar por coisa alguma." 1 Coríntios 6:12

Comentários

Postagens mais visitadas