Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois.
Por: Vinicius Martinez
“Devemos suportar tudo, porque o sofrimento é pequeno e a recompensa é grande.” Santa Catarina de Sena 
Um magnífico sinal da Graça de Deus em nossas vidas é quando uma pessoa que amamos ou que temos grande consideração por ela. 
Nos machuca em decorrência de uma atitude, seja uma escolha ou uma declaração que tenha ferido os nossos sentimentos, assim como também tenha contrariado a nossa vontade.
O ser humano naturalmente ao ser contrariado em sua vontade tende a se entristecer, pois, de fato dói ter a nossa vontade, os nossos desejos sido negados —, dói ser machucado por uma pessoa que tanto amamos. 
Geralmente a reação natural após sermos machucados por uma pessoa, é de tristeza, revolta e raiva. No entanto, por alguma operação de ordem sobrenatural. 
Ainda que entremos numa forte tristeza, ainda que choremos muito por causa da dor que sentimos, ainda assim em nosso coração persiste o Amor, o desejo do Sumo…

O Caso Charlie e a Hipocrisia de muitos


                                            O Caso Charlie e a Hipocrisia de muitos

De: Vinicius Martinez
Vou ser sincero e minha sinceridade com certeza causará desentendimento e certa raiva -- caso minha mensagem seja entendida de forma errada. 

Primeiramente vou falar sobre o caso do Bebê que está sendo vítima do Estado satânico Europeu, que abandonou o cristianismo faz muito tempo, e adotou esse "conservadorismo" maldito; os países europeus em sua grande maioria não são conservadores porcaria nenhuma, são todos países sujos que se renderam ao liberalismo e ao marcusianismo -- donde são grandes responsáveis por todas essas desgraças que vemos atualmente. Voltando ao assunto do Bebê Charlie, fico demasiadamente triste, pois é realmente cruel o que certos "médicos" que romperam até mesmo com o juramento que inclusive é pagão -- que valoriza a vida, e a decisão daquele "Tribunal dos Direitos Humanos", estes monstros que adotam em sua vida a ética do utilitarismo -- vê no bebê uma inutilidade à sociedade devido a sua incapacidade de ter uma vida normal. Enfim, é realmente trágico e sou completamente contra esse maldito acontecimento e estou do lado da vida.

Agora entro no assunto em questão: É estranha essa onda de preocupação de muitos cristãos aqui do Brasil ou até mesmo de outros lugares em relação ao bebê -- estão tão preocupados com o bebê, mas esquecem e são completamente indiferentes quando se trata de seus próximos, esquecem do familiar que precisa de ajuda, do mendigo da rua ao lado, esquecem dos doentes nos hospitais locais, dos pobres que passam fome, dos perseguidos nos países orientais, que espécie de seletividade de indignação é essa? -- Lembrando que não estou em hipótese alguma desmerecendo o caso do Charlie que deve sim ser defendido a todo custo; mas crítico ferrenhamente essa hipocrisia que está em muitas pessoas que se posicionam num caso que está em grande evidência, mas que ao terminar -- vão continuar em seus mundinhos de indiferentismo diante do mal que está ao redor de todos nós; onde o que está lá do outro lado do mundo, é mais importante que o que ocorre em seu próprio quintal, embora seja claro que o certo deve ser defendido sempre -- mesmo quando o que está em questão esteja ocorrendo na lua.

Logo tudo o que falo é sobre o fato de muitas pessoas preocupadas com o Charlie, jamais estenderem a mão para ajudar uma pessoa sequer, nem mesmo as mais próximas, o que é grotesco. É fácil ser cristão apenas pelo Facebook e dizer que é contra algo e defender algo bom, o difícil mesmo é ser verdadeiro na vida real e também no Facebook -- tomando as atitudes diárias certas e verdadeiras, e quando chega a hora do vamos ver: situações inesperadas de alguém lhe pedindo ajuda ou precisando de ajuda, estender as mãos e ajudar -- ai eu quero ver ser cristão.

Comentários

Postagens mais visitadas