Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois

Do mistério da vida: sofrer primeiro para ser feliz depois.
Por: Vinicius Martinez
“Devemos suportar tudo, porque o sofrimento é pequeno e a recompensa é grande.” Santa Catarina de Sena 
Um magnífico sinal da Graça de Deus em nossas vidas é quando uma pessoa que amamos ou que temos grande consideração por ela. 
Nos machuca em decorrência de uma atitude, seja uma escolha ou uma declaração que tenha ferido os nossos sentimentos, assim como também tenha contrariado a nossa vontade.
O ser humano naturalmente ao ser contrariado em sua vontade tende a se entristecer, pois, de fato dói ter a nossa vontade, os nossos desejos sido negados —, dói ser machucado por uma pessoa que tanto amamos. 
Geralmente a reação natural após sermos machucados por uma pessoa, é de tristeza, revolta e raiva. No entanto, por alguma operação de ordem sobrenatural. 
Ainda que entremos numa forte tristeza, ainda que choremos muito por causa da dor que sentimos, ainda assim em nosso coração persiste o Amor, o desejo do Sumo…

Em Defesa do Matrimônio!

Em Defesa do Matrimônio!


De: Vinicius Martinez
Por que na modernidade, ocorrem tantos divórcios, afinal qual é a finalidade do matrimônio? E o que o namoro tem a ver com tudo isso?

Respondo com quatro afirmações:

Pois as pessoas acreditam que o casamento é um parque de diversões.
Pois as pessoas confundem amor com sentimento.
Pois as pessoas confundem o ato de amar com a paixão.
Pois as pessoas ignoram os deveres que uma relação exige.

Qual é a Finalidade Última do Casamento?

Respondo: A finalidade do Casamento é a constituição da família, dando continuidade histórica ao ser humano, donde os cônjuges possuem deveres. Eles devem se apoiar, tendo como base, os princípios cristãos, donde o esposo e a esposa tornam-se uma só carne e juntos caminham para os céus.

O matrimônio é uma via de se alcançar os céus, pois o Homem e a Mulher juntam-se para se ajudar numa caminhada que termina apenas pela morte terrena, tudo isso visando à verdadeira vida (Vida com Deus = Contemplação da Verdade = Visão Beatifica)

Dos Deveres e a Configuração do Matrimônio.

Respondo: O matrimônio, não é um parque de diversões, pelo contrário é um onde se encontrará muita dor por horas, pois não se engane, não serão todos os dias em que a esposa ou o esposo estará de bom humor ou bem disposto.

Os deveres: cuidar do lar, pagar as contas, desafios do dia a dia, sacrificar-se um pelo outro, cuidar dos filhos e etc, são árduos e gerarão dor de cabeça e raiva. O Casamento é bom, mas não confunda o fato de ser bom, com ausência de sofrimento.

No casamento haverá sim: alegria, pois lembremo-nos que se trata de estar com a pessoa que você ama ao lado. Contudo como já dito, o Matrimônio é também sacrifício.

Respondo: O Homem é a cabeça da Mulher, contudo a afirmação de que o Homem é a cabeça da mulher, não deve se confundir com o ser autoritário, na verdade, isso implica a responsabilidade do Homem de se doar para a mulher, dando sua vida por ela.

Pois é ele quem deverá ter as palavras finais e é quem será responsável por prover e proteger a família e isso não é brincadeira. Assim a Mulher também deve se doar ao Marido, confiando em sua liderança e o apoiando com seus conselhos que são certamente valorosos para o Homem, assim como será fortemente responsável pela gerência do lar e da educação elementar dos filhos.

O que é amor e paixão?

Respondo: O Amor não é um sentimento como muitos dizem, o Amor é na verdade uma decisão intelectual e, portanto um ato racional, donde a pessoa que sim, possui sentimentos nobres pela outra, decide estar ao lado da outra. A pessoa que ama, ela toma uma decisão de amar aquela pessoa, aceitando um desafio de estar junto àquela pessoa, independentemente dos erros, defeitos que essa outra pessoa possua.

Respondo: A Paixão é um sentimento, é uma propriedade sensitiva que é desencadeada por vários fatores: atração física, afetiva, compatibilidade de ideais; este pode possuir uma origem nobre ou desordenada, a paixão é como um combustível, ela é muito importante sim, pois ela quem manterá, por exemplo, a constante alimentação da relação entre os esposos, tanto no quesito erótico, quanto no quesito da relação em geral. Mas caso seja desordenada, pode gerar problemas sérios: ciúmes doentio, crises de nervos, egoísmo, desconfiança doentia, hiper-dependência afetiva que podem levar a atos terríveis.

Qual é a diferença entre Amor e Paixão.

Respondo: O Amor é Racional, a Paixão é cega. O Amor considera as qualidades e os defeitos e mesmo assim a pessoa decide amar a pessoa, já a o apaixonado, ignora os defeitos e vê a pessoa "amada" como perfeita, por isso de muitos casais se separarem, pois confundiram o amor com a paixão.

Quem ama está disposto a sofrer, quem está apenas na paixão, está apenas disposto a sentir prazeres: é o caso do homem estar apaixonado pela mulher, ele está configurado apenas a sentir o que a mulher tem de bom a transmitir: beijos, carinhos, palavras dóceis, reciprocidade e etc, quando a dor surge, logo a paixão é desmantelada.

Eis o que acontece quando o apaixonado perde sua paixão, ele começa a sentir repulsa pela pessoa que antes ele (a) tinha paixão. O que faz com que a pessoa queira romper com a outra, pois a outra já não oferece as sensações necessárias para a continuidade da relação, levando o outro a buscar outra pessoa que possa transmitir as sensações que ele deseja.

Informações a respeito de namoros.

Durante o namoro é comum que os casais estejam fortemente apaixonados uns pelos outros, possuindo muitos sentimentos de atração e dependência afetiva um para o outro, é como se fosse uma energia inesgotável, tudo é flores neste período, contudo se este namoro for baseado apenas nos sentimentos, e acaba no casamento, é provável que futuramente ele termine em divórcio, pois a paixão é como todo combustível uma propriedade finita.

Eis a importância da graça de Deus continua na vida dos namorados e esposos, pois é ele quem sustentará o relacionamento, pois a capacidade meramente humana, não é capaz de sustentar um vínculo indissolúvel que é o caso do matrimônio.

Vale também ressaltar que o contrário do Amor, não é necessariamente o ódio, mas sim o uso egoísta, as pessoas tornaram-se utilitaristas, as pessoas são vistas em vista da utilidade, quando a pessoa já não é útil à outra, então ela é jogada fora, eis o que acontece em muitos namoros mundanos.

Outras informações a respeito dos namoros.

É comum que muitas pessoas que se casam, e conforme o tempo vai passando, descobrem que seu cônjuge não é o mesmo da época do namoro, eis aqui um grande equívoco por parte das pessoas, elas acham que seus cônjuges "mudaram", mas na verdade essa pessoa sempre foi daquele jeito, a diferença é que a pessoa não detectou, pois justamente estava apaixonada.

Inclusive é notório vermos de casos onde uma mulher casa-se com um homem e passado alguns anos esse cara vem a se tornar uma pessoa violenta e covarde, maltratando sua esposa e até espancando-a e muitas vezes matando ela, ocorre isso, pois no caso esposo que faz isso, ele jamais amou sua mulher, mas apenas a via como utilitária, pois ela lhe dava prazer, acabando esses prazeres, ele tende a desprezar.

Também é o caso das paixões doentias que leva o homem a criar um estado de ciúmes e egoísmo tão grande que ele pode matar outros que se aproximarem de sua mulher, ou no caso de uma separação no período do namoro, onde o ex-namorado que fora rejeitado pela namorada, por ódio e vingança, por ter sua paixão desmantelada, tende a matar a sua ex namorada ou até mesmo o namorado atual.

Por isso, tome cuidado com quem você almeja se casar essa pessoa que parece que te ama, na verdade pode só está em uma paixão forte e passageira e quando acabar, aí as coisas hão de ficar feias para os seu lado.

Como ter um casamento sucedido?

Respondo: Para que um casamento dê certo, é necessário que o Homem e a Mulher tenha cinco tipos de amor: O Amor Primário: isto é, o amor onde o Objeto principal é Deus, pois tendo Deus como objeto primário. Isso significa que o Homem não deve amar sua esposa acima de tudo, e nem a mulher amar o esposo acima de tudo, mas ambos devem amar a Deus sobre todas as coisas, quando ambos fazem isso, sustenta os outros quatro amores de maneira perfeita, eis que surgem os quatro amores:

Afeição: onde surgirá a vontade da constituição da família.
Amizade: onde surgirá o ser amigo e ajudar uns aos outros e também a compatibilidade de ideais: estilo de vida compatível, visão de mundo e etc.
Eros: onde surgirá as paixões nobres, e também se diz a respeito da atração sexual um pelo outro que também é importante para a união de ambos.
Caridade: onde surgirá os mais nobres e altos desejos para com o cônjuge.

Como descobrir se a pessoa de fato possui estes cinco amores por mim?

Respondo: Muitos vão pensar que só é possível se detectar por via do namoro, mas digo que é mentira; é também possível descobrir se a pessoa que diz que te ama verdadeiramente, por meio da amizade, contudo, sim o namoro é extremamente importante, pois terá como base: as experiências mais próximas (dentro do limite), em breves palavras: Namoro e Amizade são "lugares" onde é possível que a pessoa detecte que a outra verdadeiramente deseja o matrimônio. Por meio da observação das atitudes, comportamentos, palavras e pensamentos, disposições, declarações, se comprova a existência dos cinco amores.

"Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea." Gênesis 2:18

"Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem." Mateus 19:6

"Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela." Efésios 5:25

"Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne." Efésios 5:31


Glória a Deus! Salve Maria Santíssima!

Comentários

Postagens mais visitadas